A resenha de hoje é de um dos lançamentos da Belas-Letras, cedido em parceira com a editora.
Ele está sendo vendido com duas versões de capas diferentes, azul e rosa, e tem, além de um conteúdo legal na internet, uma história cativante. Confira à seguir:

E se sua ex resolvesse publicar um livro sobre você? É isso que Lola Tavares faz quando seu término com Gabriel Vegas a arrasa completamente. Então, só há um modo de tirá-lo de vez do seu pensamento: através da escrita, colocar todas as alegrias, ressentimentos e medos para fora. "Escrever, desde o começo, esse (des)romance". 

Informações:
Páginas: 224 | Editora: Belas-Letras | ISBN: 9788581742373

Compre aqui ou aqui. Veja o site aqui.


Quando recebi esse exemplar da editora Belas-Letras, me surpreendi, primeiramente, com seu visual. Os desenhos delicados, a diagramação, a capa, amarronzada, feita com papel reciclado. Carregava ao mesmo tempo uma leveza, de um humor doce e o peso, o de um coração partido.

Términos são difíceis. E muitas vezes, inevitáveis. Ás vezes mais dolorosos para uns que para outros, que passam ilesos, enquanto para aqueles que realmente guardavam expectativas sobre o relacionamento, têm um efeito devastador. Esse acabou sendo o lado na balança que pesou para Lola. 

Com 19 anos, estudante de Jornalismo numa cidadezinha interiorana - da qual, segundo ela, é no "fim no mundo" -, Porto Tempestade, ela se considera numa menina diferente dentro de uma rotina extremamente tediosa, que tenta animar ao lado do seu melhor amigo, Sam, saindo para encher a barriga de batata-frita e fazer as mais loucas teorias sobre tudo. Acontece que num dia desses seus olhos encontraram a figura de Gabriel Vegas e aí que sua rotina tediosa vai ao chão. Tudo que ela pensa é nele e também tudo do que ela quer falar - para a irritação de Sam e seu novo namorado, Noel. Ambos tentam convencê-la a largar essa obsessão por um menino que só tinha visto, afinal, uma vez na vida. E ela consegue, parcialmente, até que encontros e desencontros a aproximam cada vez mais desse garoto, assim como do final do relacionamento.


Lola nos vai contando, do seu ponto de vista, todos os detalhes que ela julgou importante para salientar as motivações para o começo do relacionamento e tudo que desgastou ele até o fim. Felizmente nossa narradora, criada pelo autor nacional Pedro Guerra, consegue manter um bom equilíbrio entre o drama e o humor, nós fazendo rir internamente com suas observações e desconfiar de pequenas ações que vão revelando o "verdadeiro Gabriel Vegas". Os amigos dela, Sam e Noel, sobretudo o segundo, ajudam a mantê-la com a cabeça no lugar e tentam regular como podem a paixão desenfreada de Lola, além de tentar protegê-la. O romance dos dois se torna uma história secundária que também vale a pena acompanhar e torcer, uma que ao menos, tem mais chance que a da protagonista, já que desde o início tomamos consciência que o romance com o "galã" da história não leva a resultados muito bons.

"Precisava de Você" é romance juvenil que a leitura passa num piscar de olhos, num batida serena como a música tema do livro, "Metáfora" (confira o videoclipe aqui). Em contrapartida, houveram algumas nuances que me balançaram um pouco na minha opinião final. Senti falta da maturidade que a protagonista sempre tentou estabelecer sobre ela, principalmente quando se colocava em comparação com o Gabriel (2 anos mais novo). Estes como quando apontou duas meninas que vestiam roupas bem curtas como "oferecidas" - fazendo a conexão com o que seria, para ela,  a preferência do ex-namorado - , quando ela poderia ter usado outro fator para ilustrar isso, em conjunto ou em substituição, algo comportamental, já que, na verdade, o comprimento da roupa não denota traços de personalidade. Isso e o fato dela constantemente desabar diante das dificuldades amorosas, o que torna sua recuperação no fim do processo um grande alívio.  

Quanto ao final, segurarei spoilers agora, fiquei um pouco dividida. O desenrolar da revelação do então motivo principal do término me decepcionou, resgatando em mim a memória de tantos outros romances com a mesma ideia. No entanto, quando pensamos nas últimas páginas do livro e relembramos a mensagem, penso que sim, "Precisava de Você" alcançou seu objetivo. É uma história sobre términos, sobre os Gabriéis Vegas que passam por nossas vidas, mas também de superação, do resgate de si mesmo depois de uma experiência ruim, direcionada para o público adolescente/jovem, mas que pode abranger muitas outras faixa-etárias.

Para mim, não houve tanta identificação com a protagonista por acreditar mesmo que eu teria tomado vias diferentes dela. Mas para outras pessoas pode ser uma experiência e tanto, até mesmo emocionante. Pois Lola não é uma menina tão diferente assim, mesmo com todo seu jeito "maluquinho de ser". Ela se parece muito conosco - seja você homem ou mulher - e pode estar por aí, esbarrando na esquina num novo amor, tropeçando no caminho, levantando novamente.




Deixe um comentário