O que nos falta é apenas ver o tanto de bom, de místico, de inspirador, que temos aqui mesmo, em solo brasileiro.
E o autor PJ Pereira conseguiu. Quer saber o que achei do primeiro romance dele, volume 1 da trilogia "Deuses de Dois Mundos"? Confira a resenha:


Numa época antiga e remota da África ancestral, o orixá Orunmilá sente suas ferramentas de adivinhação se calarem. Descobre então que as Iá Mi, um grupo poderoso de feiticeiras insatisfeitas com o trabalho dos orixás, sequestraram os 16 odus - os príncipes do destino do passado, presente e futuro - deixando o mundo e toda sua ordem natural em caos.

Cabe a ele então encontrar os 7 guerreiros da profecia, pessoas com dons e habilidades inacreditáveis, os únicos com poder o suficiente para deter as Iá Mi e trazer de volta os odus antes que todo o ciclo do destino fosse quebrado para sempre.

Enquanto isso, no presente, o jornalista Newton Fernandes investiga um caso sobre uma contaminamento de uma marca famosa de iogurtes, acreditando que este será o grande salto para sua carreira. Não sabe ainda, mas o destino guarda muitos mais para ele...


(imagens ilustrativas tiradas do booktrailer)

Antes de expor minha opinião, deixe-me contar a vocês como conheci o "Livro do Silêncio". Nunca fui uma leitora de "uma história só", ou seja, gosto de conhecer livros de temas e premissas diversificadas. Novas. Inovadoras. O problema é, que ultimamente, o mercado literário vem se resumindo em uma grande mesmice. E isso inclui a literatura nacional, que tem se tornado um grande reflexo da literatura norte-americana e britânica mais que qualquer coisa, e na maioria das vezes não no bom sentido. Queria fugir disso. Conhecer novas perspectivas, que é de fato um dos benefícios de literatura. Foi então, que passeando pelo Facebook ou Youtube (não me lembro bem) que me deparei com o booktrailer do "Livro do Silêncio", do PJ Pereira. E assim, aquele booktrailer foi amor a primeira vista; uma premissa instigante narrada na voz do consagrado cantor Gilberto Gil, com cenas de ação a cada verso.
E apesar do título ser "Livro do Silêncio", não se engane; ele grita, e bem alto.















A narrativa se divide em duas formas: na primeira em terceira pessoa, narrador onisciente e na segunda em primeira pessoa, através da voz do principal protagonista,  o sarcástico e arrogante Newton. Na primeira o narrador assume um aspecto místico, mostrando alguma região de uma África ancestral e de localização no tempo desconhecida. No segundo, a narração-personagem pelo Newton é direcionada a um remetente, um(a) tal de Laroiê, de e-mail com qual ele troca mensagens (mas nunca sabemos exatamente a resposta da misteriosa pessoa com qual ele se corresponde) procurando por respostas por acontecimentos incomuns que vem o rodeando há certo tempo. Explica desde a raiz do problema, fala da vida pessoal e profissional (entrando em detalhes bem específicos), conta como o mundo sobrenatural chegou até sua vida, tudo isso com uma imensidão de comentários irônicos.

A obra se baseia na mitologia da cultura iorubá, que faz parte da incrível "mistura" brasileira, mas ainda assim é tão pouco lembrada, infelizmente. Nela que PJ Pereira toma os pilares para construir a história da trilogia "Deuses de Dois Mundos", pegando elementos culturais e misturando-os/modificando-os de forma que tornasse a narrativa atraente. O grande ponto problemático com tudo isso é bem semelhante ao do da saga Percy Jackson e Os Olimpianos, por exemplo, este que se baseia na mitologia grega: se o leitor não conhece pelo menos o mínimo sobre tal cultura utilizada pode cair na "lorota do autor" e acreditar nos traços modificados. Assim, em alguns momentos, sem uma pesquisa mínima você pode se confundir um pouco.
Todos os mundos, todos os tempos, acontecem simultaneamente, no mesmo lugar, só que em frequências diferentes. Um não percebe o outro porque vibram dentro de uma faixa exclusiva do mundo a que pertencem. pág 196
Enquanto no presente, na urbana e populosa São Paulo, Newton - ou New, apenas - se envolve numa investigação de uma marca de iogurte famosa que teve parte do lote de uns dos produtos adulterada, assim criando uma oportunidade perfeita para ganhar de primeira mão um emprego em um dos mais famosos jornais do país, Orunmilá, no passado, o maior adivinho de sua geração, recruta um grupo de guerreiros para derrotar o grupo de bruxas Iá Mi. Um grupo improvável de características distintas e habilidades extraordinárias: seu assistente, Exu, um jovem grande de apetite voraz que consegue atravessar a barreira entre o Orum (Céu)  dos orixás e o Aiê dos humanos. Sua filha, a bela e sedutora Oxum, que esconde de todos seu poder de controlar a água dos rios. O trágico guerreiro Ogum, príncipe expulso de seu próprio reino e seu irmão, o sagaz arqueiro Oxóssi, do qual a flecha jamais erra o alvo. Iansã, a astuta guerreira capaz de mudar de forma, incorporando os mais diversos animais. E por fim, Xangô, o galante guerreiro que faz os céus trovejarem quando levanta seu martelo. Reconheceu eles? Se não, mais um motivo para ler "O Livro do Silêncio"; uma grande porta de entrada para a rica e vivaz cultura africana que tem seu espaço bem reservado no Brasil também.

O grande ponto fraco para mim, foi de fato, o protagonista. Entendi o mistério dos iorgurtes com qual Newton se envolve, mas na minha opinião o tal "mistério" se mantem de forma demasiadamente forçada, como quisesse obrigatoriamente criar um atmosfera urbana e investigativa para se contrastar com o lado místico da África Ancestral e os orixás. Não totalmente falha, mas não diria que foi uma ideia que se sucedeu bem. Gosto de acreditar também que nos próximos volumes o grupo de guerreiros, que foi tão bem inserido, possa ter um desenvolvimento maior em suas histórias pessoais, que pelo menos neste primeiro foram passadas por vezes superficialmente. Um bem forte foi as passagens em que se comentava a filosofia da mitologia africana, que se difere do nosso "tipicamente ocidental" e pode render boas reflexões, gostando especialmente das citações de Oxalá.

Espero contudo, ansiosamente para ler o segundo volume e também futuramente ver o filme (já confirmado) nos cinemas! Um ponto a mais para a literatura nacional, estamos indo bem.

Info: Editora: Da Boa Prosa (Safra) | Páginas: 261 | ISBN: 8564684462

Booktrailer:



Então, já leram esse livro? Já ouviram falar? Se interessaram? Comentem e digam suas opiniões!


8 Comentários

  1. Oi Manu! Me interessei pelo livro sim ^^ Ultimamente estou valorizando mais a literatura nacional e descobri que podemos sim encontrar livros bons por aí! Além disso, a capa desse livro é linda e muito bem feita.
    Beijos
    Choque Literário

    ResponderExcluir
  2. Olá, me interessei muito por esse livro. Adoro essa pegada mística/mitológica, quero muito ler livros nacionais deste tipo =D
    Adorei a resenha, sucesso pra ti
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
  3. Olá Manu tudo bom?
    Já cheguei a colocar esse livro no meu carrinho de compras umas trocentas vezes por conta da capa dele, porém, ele sempre perdeu espaço para outros tantos livros, Não costumo ler sinopse de livros, por que me cansa ficar na livraria lendo rsrsrs, então normalmente quando não sei nada nadinha do livro, compro pela capa, pelo título, etc... você me fez bater um arrependimento pequeno por não ter comprado ele da primeira vez hahaha e esse booktrailer atiça mais a gente a querer ter o livro.
    Parabéns pela resenha e por me deixar com dor na consciência por não ter comprado ele (mas saiba que é uma dor boa, de agradecimento).
    Abraços ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, você com certeza não vai se arrepender!

      Excluir
  4. Nossa, que enredo rico. E vai virar filme, como assim? Preciso ler já!
    Olha vou ter que concordar com você: a maioria dos nossos autores querem ser um cópia dos estrangeiros. Até os nomes dos personagens são "estrangeirados". E eu me pergunto: qual o motivo disso?
    Espero que esse seja diferente. Preciso pesquisar um pouco mais sobre a mitologia da cultura iorubá... Confesso que não sei nada.

    http://eueminhacultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Manu, adorei a resenha. Espero que goste do livro 2, onde muito dos seus comentários se resolvem. Talvez até eu te veja no livro 3 ano que vem? Bjo, PJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigada, seu livro foi uma ótima leitura :)
      E pode contar comigo para ler a trilogia até o fim, quero muito ver como você vai desenvolve-la.

      Excluir
  6. WOW! WOW! Que booktrailer maneiro! Adorei a resenha, principalmente da indicação, eu quero buscar coisas mais diversificadas, melhor ainda se for algo nacional. Ótima resenha. E fiquei louco para ler o livro!

    http://legadodaspalavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir