Olá leitores,
Trago com vocês com muita e sincera satisfação a resenha do livro do autor Emerson Dantas e Pimenta, "Héroi", seu romance de estreia.

Obs: fora da resenha, tenho que comentar essa capa: gostei muito desse paralelo!
Vivendo numa cidade do interior de Minas, saindo com os amigos, esforçando-se nos estudos e na relações familiares, além de guardar secretamente um amor platônico pela melhor amiga, Eric não se considera mais que um menino comum. Mas um dia, isso tudo muda. Um acidente de carro inusitado acabando levando-o para outro mundo. É apenas um sonho, gostaria ele de acreditar. Mas não; os perigos e desafios desse outro mundo são bem reais.

Eric precisa enfrentar seus medos, angústias e o desconhecido, nesse mundo onde há reis e rainhas, mutantes curiosos, guerreiros valentes e vilões maliciosos, e viver um grande amor que pode o fazer duvidar sobre afinal qual mundo ele pertence verdadeiramente. E acima de tudo, deve provar, aos outros e principalmente á si mesmo, que é um herói.

Tenho o prazer de dizer, logo de início, que "Herói" foi definitivamente uma das minhas melhores leituras nacionais contemporâneas do ano! 

O autor começa nos introduzindo á vida de Eric; de fato um cara bem normal, com uma personalidade bacana e ás vezes tímida, muito disso causado pela insegurança que ele possui claramente desde do início. Eric, como todos nós, sente medo de sentir-se solitário. Localizando nosso protagonista numa cidade mineira, ele detona alguns traços culturais brevemente, sem extravagâncias. Apesar da maior parte da trama se passar no outro mundo paralelo criado pelo autor, esse início constrói um terreno confortável para a identificação do leitor com a obra.

Entrando no mundo desconhecido, que de início parece bem semelhante ao nosso mundo da época Medieval (mais tarde prova-se pelo personagem que na verdade não), Eric que destoa-se completamente dos habitantes daquele mundo, com seu visual moderno e carregando na mochila diversos objetos desconhecidos á aquela realidade - como uma barra de chocolate e um celular - logo que é capturado pelo protetor real da princesa Elli, depois de acidentalmente observa-la durante um mergulho no lago.  É levado para o castelo para ser julgado pelo Rei, porém ás vésperas de um evento importante crucial para manter a paz entre os quatros reinos do continente, têm seu julgamento adiado e passa a aguardar na masmorra. Contrariando o rei, a princesa começa a visitar o desconhecido secretamente e com o tempo criam uma grande afinidade, que  logo torna-se um sentimento mais profundo.
Chegado então o tão aguardado dia do Baile dos Quatro Reinos, todos os reis e rainhas dos diferentes reinos juntam-se para selar um acordo de paz. Entretanto, a cerimônia  que parecia seguir-se tão harmoniosamente é interrompida por um acontecimento trágico; o herdeiro do reino de Larcor é assassinado, e o principal suspeito é Eric, que fugira da masmorra com a ajuda da princesa Elli. Juntos tomam a decisão impulsiva de fugir para que Eric não fosse acusado e executado por algo que não fez, levando-os consigo o travesso híbrido de felino com humano, Tigo. Eles precisam correr contra o tempo para encontrar o verdadeiro assassino do príncipe e desvendar esse mistério antes que a  guerra recaia sobre os Quatro Reinos, enquanto tentam se despistar daqueles que fariam de tudo para que eles falhassem.

E é com esse enredo e tanto que o autor nós conduz á explorar o mundo dos Quatros Reinos junto com Eric e seu "time". Tenho que dizer que a obra de Emerson me fez sentir-me imergida num filme com um certo tom nostálgico não-sei-explicar-de-onde com a leveza de uma inovação em sua escrita. A ideia do herói genuíno, praticante do bem e pondo sua moral acima de motivos egoístas é algo difícil de acreditar, porém, parabenizo diretamente o autor: você me convenceu que Eric é sim um herói. Um "sentimento heroico" que se desenvolve com naturalidade e graça.

Outro enfoque percebido de imediato desde do início é o romance entre a princesa Elli e Eric. Ele ocupa boa parcela do desenvolvimento da história,  sendo vezes o principal propulsor dos acontecimentos. É perceptível a compreensão verdadeira entre os dois; uma paixão jovem que pode tomar proporções bem maiores. Os outros personagens principais desse pequeno "time" que acaba sendo formado no final das contas também são essenciais para intensificar a história. Tigo, filhote de uma raça meio-humana, meio-felina, simplesmente uma graça e engraçadíssimo. Lori, uma mercenária que faz parte de uma espécie de clã de pessoas super-dotadas de poderes especiais, no caso dela, uma acrobata talentosa. E meu preferido, o rabugento e forte guarda-costas da princesa Elli, Androw. Torço para vê-los todos no próximo volume da série e para ver também suas histórias pessoais serem mais aprofundadas assim como o grupo ser reunido novamente!

Preocupou-se também em construir o devido plano de fundo para a jornada de Eric; um mundo repleto de aventuras e figuras interessantes, ainda que muito envolto numa zona de conforto criativa que pode vir a desabrochar mais tarde. Aos poucos contou-nos através da voz dos personagens a história por trás da criação dos Quatro Reinos, dos mistérios envolvendo esse lugar. Gostei da frase do vilão de destaque, do qual não citarei o nome pela política para evitar spoilers,  "Esse povo, tão desenvolvido em certos pontos, e tão 'animais' em outros. Na nossa história não há traços dessa disparidade de ideias. Vivemos evoluindo. Parece que eles pararam quando acharam que deviam." Gostaria de ter uma chance para que o autor explicasse um pouco mais sobre as "leis" que comandam as dimensões paralelas nesse universo criado por ele e qual é afinal a ligação entre a Terra e este outro mundo!

Por ser seu romance de estreia, pode-se perceber que o autor ainda está desenvolvendo o seu estilo de escrita, amadurecendo sua visão sobre os personagens e sobre a história em geral, balanceando situações, testando novas ideias.  Soou-o um pouco confuso nas cenas de ação, mas em contrapartida conseguiu expressar bem os sentimentos dos personagens. Não tirando o crédito das cenas de ação; foram boas sequências de "tirar o fôlego". Sobre os vilões (sim, plural) que aos poucos foram mostrando a cara, fiquei meio-a-meio. O primeiro, apesar de inicialmente me causar desconfiança se iria me agradar ou não, acabou sendo ótimo e me conquistou com seu flashback! Já os outros (lá vem spoiler) nada conseguiriam tanto quanto o primeiro, porque simplesmente não me convenci com eles e suas motivações, e achei o meio deles de chegar ao que desejavam um tanto amador na categoria de "vilões". Já o aparente terceiro (outro spoiler, NÃO!)  - uma promessa de vilão para o próximo livro na verdade - conseguiu me trazer muito mais curiosidade, tanto pela lenda que envolve ele e pela misteriosa forma que ele "aparece", digamos assim.

No finalzinho no livro o autor decidiu dar um presentinho para os leitores, apenas para fomentar a ansiedade: avisou que sim, haverá uma sequência. Ainda bem, porque os acontecimentos no final exigem uma sequência! (haha).

Usando as próprias palavras do autor, do próximo podemos esperar:
"Um novo vilão ( ....) Mais sangue. Mais amor. Mais reflexões. E mais uma chance para Eric ser um Herói".

Link de compra: (clique aqui) | Fan Page: (clique aqui)

Informações: Editora: Buriti





7 Comentários

  1. Ai meu Deus, eu amo herói <3 muito legal, beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Manu, já vi várias resenhas desse livro, mas nada tão inspirador como o seu! Senti que você realmente amou a leitura e entendeu a história. Estou bem curiosa em relação a premissa do livro e achei bem bacana a história e bem bacana também a capa do livro. E fiquei bem interessante saber que terá a continuação.
    Parabéns realmente pela resenha.
    Beijos e muito sucesso.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! Terá a continuação e inclusive já conversei com o autor sobre ela e ele me prometeu que os leitores podem esperar grandes surpresas vindo ai...

      Excluir
  3. Olá Manu, olha adorei sua resenha, o livro parece ser realmente bom.
    Beijos *-*
    http://pimpolhasleitoras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Manu
    A ideia do livro parece ser muito interessante e envolvente. Percebi que você adorou a história e me deu vontade de ler :D
    Adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
  5. Oi Manu,
    Adorei a resenha, me interessou muito o fato do personagem principal vivem em minas, eu nunca li nenhum livro nacional que não seja biografia, mas pela maneira como você fala desse deu uma vontade enorme!

    Amei! ;)

    beijos, theefa!
    http://papodelulus.com.br/

    ResponderExcluir