Essa postagem é para aquele(a)s que sempre dizem que é muito difícil emagrecer, mas esquecem de uma coisa minima para alcançar esse tal desejado objetivo de perder alguns quilinhos; DISCIPLINA.


Não tem para onde fugir e já foi provado; dietas compulsivas, pilulas e remédios "milagrosos", deixar de comer principalmente (um dos piores casos possíveis) não representam nenhum efeito de emagrecimento verdadeiro (ou que pelo menos vá durar).

Porque dizer isso? Porque eu mesma me submeti á tentar emagrecer alguns quilos, e consegui ir de 53 kg (minha altura é 1,55) para 49 kg bem rapidinho na minha percepção.
O primeiro passo é esquecer a balança, e esquecer principalmente uma data definida para o emagrecimento.Se for definir uma data, defina entre um mês e outro e uma pesagem por semana, acredite: criar noia de se pesar todo santo dia não ajuda ninguém.
Não sou nenhuma nutricionista; isso é certo.Mas também nunca me dei bem com cardápios definidos, por isso decidi estabelecer por mim mesma minha alimentação ideal a partir do eu mesma sei sobre uma nutrição saudável e regras que garantia só a mim mesma a seguir.

A primeira coisa que fiz (e essencial) foi entrar na academia.Nunca fui fã de esportes (apesar de ser o mais indicado para minha idade), então achei que essa opção se encaixava mais na personalidade.Junto com o personal trainer foi definido que eu teria um treino de 3 vezes na semana, e variaria entre máquinas (musculação, etc) e algo para incentivar meu próprio crescimento e metabolismo (correr, subir-descer escadas, bicicleta, etc).Mas se não puder sem problema; faça você mesmo em casa exercícios (que não envolva máquinas) ideais para o objetivo que você quer alcançar.

Mas pera, deixando outra coisa bem clara: exercício não é tudo.Aliás não é nem a metade.É essencial, é, mas encare como algo básico não propriamente o que vai influenciar nesse processo.  O principal para o emagrecimento significa uma mudança na alimentação, adquirir hábitos saudáveis para o dia-a-dia (acredite, quando se come mais saudável você realmente se sente mais leve durante o dia).E não ache que é a mesma conversinha de sempre, é a conversa séria, é EXATAMENTE ISSO.

REGRAS que segui:


1.CORTAR (ou evitar ao máximo); massas, alimentos fritos, doces e embutidos.O que eu nunca concordei é isso de cortar "aos poucos".Aos poucos pelo menos eu sinto que não foi tirado completamente de mim, então eu continuava comendo e naqueles momentos de "chutar o balde", comia mais do que deveria.Mais ai eu percebi que não estava acontecendo nenhuma mudança.Exatamente porque eu acreditava (como muitos ainda aliás) que só academia resolveria o problema.E eu posso falar com toda certeza: não mesmo.Se você faz academia todo dia, ai chega em casa e abre aquele pacote de biscoito, ai logo depois batatinha e "só para não ficar com fome de noite" mais algumas besteirinhas, você está muito enganado(a) se acha que vai sentir alguma diferença tanto no peso quanto na cintura nos próximos dias/meses.
O que eu sugiro sinceramente? Cortar de vez o consumo desses quatro males.Não aos poucos, mas de vez mesmo, para reforçar o espirito da determinação

2. DE JEITO NENHUM; Coca-cola, Guaraná, Fanta, resumindo, refrigerantes em geral.Faz um mal enorme, tem muitas calorias (muitas mesmo) em só uma lata,e falando sério, não vale a pena.No começo foi um pouco difícil para mim largar, mas aconteceu o que todas dietas provêm, eu perdi a vontade de tomar.Como?Simples, porque não é tão bom assim.Ela dá a ilusão ao seu corpo que você está satisfazendo sua fome, por ter altos níveis de cafeina e açúcar, estimulantes de energia, mas que dura pouco, então automaticamente dá vontade de beber mais.E no final nem é uma questão de sabor, é vicio mesmo, porque 5 meses depois que parei de beber, resolvi dar um gole para testar a teoria, e é bem verdade; não é tão bom assim.Nem de longe.

3. RESPEITAR O HORÁRIO PARA SE ALIMENTAR;  
a cada 3 horas uma refeição, essencial, e vou repetir mais uma vez: parar de comer não faz ninguém emagrecer de verdade.Isso é totalmente fora de qualquer possibilidade de uma vida saudável, aliás é bem o contrário como já provado por esses surtos anoréxicos entre adolescentes cada vez mais constantes.Me assusta minha geração com tanta informação disponível hoje em dia nesse mundo totalmente globalizado que há gente que não saiba que quem pula refeição ou deixa de comer corre risco de saúde.O ser humano precisa de nutrientes para manter um corpo saudável, essa alimentação que vai fazer toda a diferença durante a vida.

4. VARIAR O CARDÁPIO; essa é uma regra mais pessoal minha mesmo, mas se  você é como eu que não aguenta passar todo dia, toda semana com o mesmo cardápio, essa é a dica: variar bastante.Se você perceber, ao longo da postagem eu fui colocando fotos de pratos bem bonitinhos com comidas que parecem deliciosas né?Então bem, essas comidas são todas opções saudáveis para quem tá de dieta mas não quer deixar de comer algo gostoso.
Uma coisa que vi depois de um tempo de dieta saudável é que os alimentos industriais, normalmente extremamente calóricos, criam um certo vicio que passa despercebido.A maioria deles nem é tão bom, mas por conta do vicio incentivado por propaganda e etc faz você imaginar que são.Se não acredita, só pesquisar, há vários estudos comprovando o que eu digo.

Vou dando umas dicas:

No café-da-manhã uma boa opção á se adicionar é cereal matinal.Não cereal açucarado ou de chocolate, muito menos aqueles coloridos cheios de corantes, mas digo aqueles sem açúcar, feitos puramente de milho e cereais e que sinceramente com hábito de comer passei a gostar muito.Entre estes indico alguns como Corn Flakes, Fibra Mais, Nesfit e os clássicos granola e aveia para se juntar ao seu café-da-manhã.Trocar o clássico ovo frito de manhã por ovo cozido, o pão de sal com manteiga por uma fatia de pão integral com azeite (fica ótimo quando tosta um pouco a fatia antes), iogurte em vez de achocolatado, entre outras substituições que não vão fazer falta nenhuma depois de um tempo, garanto.

E no lanche da manhã não se encha demais, algumas uvas ou abacaxi podem resolver a situação da fome de leve bem rápido, e se a fome persistir coma mais fruta (banana e maçã são boas opções para aplacar a fome).Afinal é preferível se encher de fruta do que se encher de besteira, né?


O almoço é uma das refeições mais importantes do dia, perdendo apenas para o café da manhã.Por isso nesse momento do dia o ideal é ou frango ou peixe (ambos não-fritos obviamente) grelhados ou assados de preferência, ficando de olho na quantidade de sal.Junto de uma dessas proteínas (nutriente essencial para crescimento dos cabelos, qualidade da pele, e fortalecimento dos muculos por exemplo) pode vir um arroz integral e uma salada bem temperada.


Quando chegar o lanche da tarde também não precisa exagerar muito.Algumas castanhas ou nozes podem resolver o problema, mas se ainda estiver com fome depois disso a dica é a mesma que a do lanche da manhã: fruta, fruta, fruta (indico frutas criticas como laranja, abacaxi, kiwii).


No jantar ai sim é hora de se segurar mesmo porque a situação complica: a maioria das pessoas tem mais fome de noite, mas em contrapartida de noite é o horário que o metabolismo funciona mais devagar, ou seja, a hora que pessoa está mais propensa a engordar se comer o que não deve.
O que eu faço é preparar uma salada bem elaborada, focando principalmente nas folhas (alface, alface americana, rúcula, couve-flor, agrião, etc), alguns tomates comuns ou cereja, cenoura e ai variando com alimentos como congumelos, kani, sardinha, queijo cotagge e outros.Se cansar da salada tente também algum caldo, como alguma sopa de legumes (sem óleo, claro).


Ceia é a parte mais simples porque é algo não exatamente necessário, mas se for para beber/comer algo que seja algo bem leve. Um pouquinho antes de dormir escolho um chá da minha preferência (tenho o costume de beber chá desde pequena) entre camomila, chá verde, chá preto, carqueja e com isso já dá um sono ideal para ir dormir satisfeita.Cada um deles tem suas características e benefícios próprios, mas todos são ótimos para o corpo.

5.ÁGUA E SONO; beber bastante água é muito importante, aliás é dos básicos, além de fazer muito bem para pele, deve se lembrar que 70% do corpo é constituído de água e quando sentimos sede é porque o corpo já está começando a sentir a desidratação.Dormir pelo menos 8 horas também é essencial porque é durante o sono que o verdadeiro metabolismo funciona e os nutrientes são absorvidos com maior eficiência.

6. PESQUISAR SOBRE O ASSUNTO, o que eu aprendi é que não adianta seguir uma dieta pré-estabelecida se você mesmo não sabe porque você come tal alimento ou faz tal exercício.É preciso se interessar pelo assunto e fazer uma pesquisa de vez em quando, mesmo que rapidinha só para saber mais sobre o assunto ou dar uma olhada em revistas de saúde e etc, faz toda a diferença.


ALGO A SER LEMBRAR AO FINAL:

Depois de todas essas dicas sobre emagrecer eu gostaria de ressaltar uma coisa; mais magra não é sinônimo de beleza.
Há duas situações no qual indico alguém a tentar emagrecer e são estas: se for realmente um questão de saúde (risco de diabetes ou obesidade) ou se a pessoa simplesmente não está se sentindo bem consigo mesmo dessa forma e esteja com vontade de dar uma mudada.

Mas há uma grande diferença entre a própria pessoa querer mudar o corpo e a pressão de outros querendo mudar o corpo da pessoa.Se for tentar alguma dieta, qualquer coisa, que seja por você, não por qualquer um outro.
Se você se sente bem se alimentando do jeito que está, continue assim (desde que não leve á problemas de saúde extremos).Se a dieta te faz se sentir mal ou triste, largue mesmo.
Mas também não tente chegar a extremos péssimos só para conseguir um efeito mais rápido (anorexia, bulimia, etc), não vale a pena.Se for definir perder alguns quilos como uma meta, faça isso certo, de um modo saudável e que não te prejudique no processo.























Acompanhe meu raciocínio: quase 60 atrás o "padrão de beleza" era totalmente diferente do atual.60 anos antes destes mais diferente ainda.Então,será que vale a pena mesmo passar a vida tentando acompanhar o corpo está "na moda"?Pelo o eu que eu sei o ser humano não é nenhuma massinha de modelar tão facilmente manipulável sem consequências.
Enfim, o fato é olhar o espelho e enxergar você mesmo as próprias qualidades, não esperar que outros apontem defeitos e ai se guiar apenas por opiniões alheias.

E é isso, boa sorte a todos!






2 Comentários

  1. Nossa, seu post ficou muito bom e completo!
    Com certeza o principal problema é que todo mundo quer emagrecer "milagrosamente". Como você falou, isso exige perseverança... Ou então o resultado não é real e ainda pode ser muito prejudicial.
    Adorei seu blog, estou seguindo (:
    http://todososdiasestaoocupados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ameei o post flor, achei tudo bem explicadinho, parabéns pelo blog! já estou seguindoo!

    http://garotafashion111.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir